ENTRETENIMENTOS

 

DINÂMICAS

 

Esta página contem as dinâmicas de 44 a 50 de 97.

 

44- Cochicho

Objetivos

1. Levar todos os integrantes do grupo a participar de uma discussão.
2. Colher opiniões e sugestões de um grupo, e sondar-lhes os interesses
3. Criar uma atmosfera informal e democrática durante um estudo, debate.
4. Dar oportunidade para a troca de idéias dentro de um grupo.
5. Ajudar as pessoas a se libertarem das suas inibições.
6. Obter rapidamente idéias, opiniões e posições dos participantes de um grupo

Componentes
1. Coordenador: orientar e encaminhar o trabalho.
2. Secretário: anota no quadro ou papelógrafo, as idéias dos participantes.
3. Público: participantes do grupo.

Passos

1. Coordenador expõe de forma clara uma questão, solicitando idéias do grupo.
2. Coordenador divide o grupo de 2 em 2 ou 3 em 3(depende do número de participantes o grupo).
3. Formados os grupos, passam a trabalhar. Cada grupo tem 2, 3 ou 4 minutos para expor suas idéias, sendo um minuto para cada participante.
4. Uma pessoas de cada grupo expõe em plenário, a síntese das idéias do seu grupo.
5. O secretário procura anotar as principais idéias no quadro, ou num papelógrafo.
6. O coordenador faz um comentário geral, esclarece dúvidas.
7. Alguém do grupo pode fazer uma conclusão.

Avaliação

1. O que aprendemos?
2. O que descobrimos em relação ao grupo?
3. O que precisamos aprofundar sobre este assunto?

 

45- Quem sou eu?

Objetivo

Tornar os membros do grupo conhecidos rapidamente, num ambiente relativamente pouco inibidor.

Passos
1- Cada um recebe uma folha com o título: "Quem sou eu?"
2- Durante 10 minutos cada um escreve cinco itens em relação a si mesmo, que facilitem o conhecimento.
3- A folha escrita será fixada na blusa dos participantes.
4- Os componentes do grupo circulam livremente e em silêncio pela sala, ao som de uma música suave, enquanto lêem a respeito do outro e deixa que os outros leiam o que escreveu a respeito de si.
5-Logo após reunir 2 a 3 colegas, com os quais gostariam de conversar para se conhecerem melhor. Nesse momento é possível lançar perguntas que
ordinariamente não fariam.

Avaliação

1- Para que serviu o exercício?
2- Como nos sentimos?

46 - Tempestade

Objetivo
:
Despertar no jovem o valor de sua pessoa no grupo. Mostrando como se deve ajudar mais na elaboração das reuniões, não deixando tudo nas mãos dos coordenadores, criando então uma integração maior no grupo, já que todos terão essa responsabilidade.

Material: Cadeiras.


Participantes: No máximo 9 participantes.


Desenvolvimento:
Pessoas sentadas e uma pessoa de pé coordenando. As cadeiras devem estar bem próximas não deixando nenhuma falha entre elas, aí que está o segredo. As cadeiras também devem estar arrumadas na forma de um círculo. Fazer com que os participantes se mexam nas cadeiras direcionando-os para a direita ou para a esquerda, por isso devem estar bem próximos.

E quando o coordenador falar a palavra tempestade todos se levantam e trocam de lugar aleatoriamente, e enquanto isso o coordenador senta-se. Fazendo que com isso outra pessoa assuma a coordenação da dinâmica. Repetir o processo apenas três vezes para não se tornar cansativo. Depois que terminar a dinâmica, poderão ser feitas algumas perguntas como:

Como você se sentiu quando estava coordenando o barco?
Como você se sentiu quando estava recebendo as ordens?

E com as respostas pode se fazer uma comparação com a vida cotidiana do grupo.

Motivação
:

Estamos num navio em auto mar. Estamos atravessando uma tempestade e temos que equilibrar o navio (e o mexer) e a partir daí use a criatividade, pois Jesus estará com você.

 

47- GUIA DO CEGO

-
Participantes: 10 a 20 pessoas
-
Tempo Estimado: 45 minutos
-
Modalidade: Crescimento Individual.
-
Objetivo: Compreender a importância dos outros no crescimento individual.
-
Material: Alguns lenços, bastões (pare servir de bengalas) e uma área com obstáculos, de preferência em campo aberto.

-
Descrição: O coordenador venda os olhos de quatro ou mais pessoas e fornece uma bengala para cada um, enquanto os outros integrantes permanecem como observadores para tomar nota da forma como os cegos se comportam. Os cegos devem caminhar desviando-se dos obstáculos durante determinado intervalo de tempo. Após este tempo deve-se realizar alguns questionamentos para os mesmos, tais como:
* Como vocês se sentiram sem poder enxergar?
* Tiveram medo? Por quê? De quê?
* Que acham da sorte dos cegos?
Em seguida, com os mesmos ou outros cegos é substituído o bastão por um guia dentre os integrantes
observadores que conduzirá o cego por onde quiser. Depois de algum tempo podem ser realizados os seguintes questionamentos:
* Como vocês se sentiram nas mãos dos guias?
* Tiveram confiança ou desconfiança? Por quê?
* É preferível um bastão ou um guia? Por quê?
Por último, dispõe-se dois voluntários de cego, sendo que um guiará o outro. Ao final, pode-se realizar os mesmos questionamentos do passo anterior. Dentre os questionamentos finais, a todos, pode-se citar:
* O que a dinâmica teve de parecido com a vida de cada um?
* Além da cegueira física, vocês conhecem outros tipos
de cegueira? Quais? (ira, ignorância, inveja, apatia, soberba, etc.)
* Os homens tem necessidade de guias? Quem são os outros guias? (família, educadores, amigos, os exemplos, etc.)
* Costumamos confiar nestes guias? O que acontece com quem não aceita o serviço de um guia?
* Qual a pior cegueira: a física ou a de espírito? Por quê? O Evangelho relata várias curas de cegos (Mt 9,27-32; Lc 15, 35-43; Jo 9,1-39). Qual a semelhança que pode-se encontrar, por exemplo, entre o relato de São Lucas e a sociedade moderna? Qual a semelhança entre a cura da vista e a missão da igreja de
conscientização?

 

48-  COMUNICAÇÃO POR GESTOS

-
Participantes: 15 a 30 pessoas
-
Tempo Estimado: 30 minutos
-
Modalidade: Comunicação Gestual.
 -
Objetivo: Analisar o processo de comunicação gestual entre os integrantes do grupo.

-
Material: Aproximadamente vinte fichas com fotografias ou desenhos para serem representados através de mímicas.
-
Descrição: O coordenador auxiliado por outros integrantes deve encenar através de mímicas (sem qualquer som) o que está representado nas fichas, cada qual em um intervalo de aproximadamente um minuto. Os demais integrantes devem procurar adivinhar o que foi representado. Em seguida, deve-se comentar a importância da comunicação nos trabalhos e atividades do cotidiano, bem como do entrosamento dos integrantes do grupo para que juntos possam até mesmo sem se comunicar entender o que os outros pensam ou desejam fazer.

 

49- BONECO

-
Objetivo: União do grupo, trabalho em equipe
-
Material: 2 folhas de papel para cada participante, canetas hidrocor, fita adesiva, cola e tesoura.
-
Descrição: Cada membro do grupo deve desenhar em uma folha de papel uma parte do corpo humano, sem que os outros saibam.
Após todos terem desenhado, pedir que tentem montar um boneco ( na certa não vão conseguir pois, Terão vários olhos e nenhuma boca... ). Em seguida, em outra folha de papel, pedir novamente que desenhem as partes do corpo humano (só que dessa vez em grupo) Eles devem se organizar, combinando qual parte cada um deve desenhar. Em seguida, após desenharem, devem montar o boneco. Terminada a montagem, cada membro deve refletir e falar sobre como foi montar o boneco.
Quais a dificuldades, etc. ...

 

50- TERREMOTO

-
Participantes: Devem ser múltiplos de três e sobrar um. Ex: 22 (7x3 = 21, sobra um)
-
Material: Para essa dinâmica só é necessário um espaço livre para que as pessoas possam se movimentar
-
Desenvolvimento: Dividir em grupos de três pessoas, lembre-se que deverá sobrar um. Cada grupo terá 2 paredes e 1 morador. As paredes deverão ficar de frente uma para a outra e dar as mãos (como no túnel da quadrilha da Festa Junina), o morador deverá ficar entre as duas paredes. A pessoa que sobrar deverá gritar uma das três opções abaixo:
1 - MORADOR!!! - Todos os moradores trocam de "paredes", devem sair de uma "casa" e ir para a outra. As paredes devem ficar no mesmo lugar e a pessoa do meio deve tentar entrar em alguma "casa", fazendo sobrar outra pessoa.
2 - PAREDE!!! - Dessa vez só as paredes trocam de lugar, os moradores ficam parados. Obs: As paredes devem trocar os pares. Assim como no anterior, a pessoa do meio tenta tomar o lugar de alguém.
3 - TERREMOTO!!! - Todos trocam de lugar, quem era parede pode virar morador e vice-versa. Obs: NUNCA dois moradores poderão ocupar a mesma casa, assim como uma casa também não pode ficar sem morador. Repetir isso até cansar...
-Conclusão: Como se sentiram os que ficaram sem casa? Os que tinham casa pensaram em dar o lugar ao que estava no meio? Passar isso para a nossa vida: Nos sentimos excluídos no grupo?Na Escola? No Trabalho? Na Sociedade? Sugestão: Quanto menor o espaço melhor fica a dinâmica, já que isso propicia várias trombadas. É muito divertido!!!

 

Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: Home > Geral > Entretenimentos > Dinâmicas > Dinâmicas de 44 a 50
Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: SIGA-NOS
Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados:
Retângulo de cantos arredondados: INDIQUE O SITE
Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: USUARIOS
Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: AJUDA E SUPORTE
Retângulo de cantos arredondados:
Topo
Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: ENTRETENIMENTOS
Retângulo de cantos arredondados: + Informações Gerais
Retângulo de cantos arredondados: + Galeria de Vídeos
Retângulo de cantos arredondados: + Galeria de Fotos
Retângulo de cantos arredondados: + Concursos
Retângulo de cantos arredondados: + Curiosidades
Retângulo de cantos arredondados: + Dinâmicas   
Retângulo de cantos arredondados: + Jograis
Retângulo de cantos arredondados: Livro de Visitas 
Retângulo de cantos arredondados: + Nomes Significados
Retângulo de cantos arredondados: + Datas Especiais
Retângulo de cantos arredondados: + Livros Legais   
Retângulo de cantos arredondados: + Filmes Legais 
Retângulo de cantos arredondados: Frases Curtas
Retângulo de cantos arredondados: Jogos e Testes
Caixa de texto: Retângulo de cantos arredondados: Desbravadores 
Retângulo de cantos arredondados: Geral
Retângulo de cantos arredondados: Aventureiros 
Retângulo de cantos arredondados: Jovens 
Retângulo de cantos arredondados: Inicio
Retângulo de cantos arredondados: Musica
Retângulo de cantos arredondados: Universitários
Retângulo de cantos arredondados: Blog Oficial
Retângulo de cantos arredondados: Você e Deus
Retângulo de cantos arredondados: Faça Você
Retângulo de cantos arredondados: Downloads
Retângulo de cantos arredondados: Fique por Dentro
Retângulo de cantos arredondados: Mapa do Site
Retângulo de cantos arredondados: Institucional
Retângulo de cantos arredondados: Entretenimentos
Topo
Caixa de texto: Copyright © 2010 - 2017 UniversoDesbravador.com.br - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Raphael A. R. Gusmão - Pimenta Bueno - Rondônia - Brasil
Este site é melhor visualizado em resolução de tela de 1024 x 768
Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: Retângulo de cantos arredondados: